O carnaval das mulheres em São Paulo

Desde 2015, temos visto a ascensão e fortalecimento de movimentos liderados por mulheres, com experiências como a chamada Primavera Feminista. Cada vez mais temos ganhado espaço na mídia com revistas e sites como Blogueiras Negras, Revista Azmina, Think Olga e Revista Capitolina, que são veículos de informação produzidos por e para mulheres.  O carnaval não ficaria para trás nessas transformações, não é mesmo?

Listamos seis blocos de carnaval em São Paulo, comandados por mulheres e/ou que homenageiam mulheres que inspiraram a nossa história.

A nova cara do carnaval de São Paulo

Bloco Pagu

Bloco Pagu // DivulgaçãoLevantando o debate da equidade de gêneros, temos o Pagu, que conta com Barbara Eugênia, Julia Valiengo da Trupe Chá de Boldo e Soledad como intérpretes principais, responsáveis por entoar clássicos da MPB no centro histórico da cidade.

O bloco faz homenagem à escritora modernista Patrícia Rehder Galvão, conhecida pelo pseudônimo de Pagu, que teve uma importante militância e resistência no Partido Comunista Brasileiro, ao lado do seu primeiro marido, Oswald de Andrade, tendo sofrido com prisões políticas e torturas.

13 de fevereiro

A partir das 15h

Páteo do Colégio

 

Bloco Ilu Obá de Min

Ilu Obá de Min// Divulgação

Entre os blocos comandados por mulheres, temos o tradicionalíssimo Ilu Obá de Min, que invade as ruas do centro de São Paulo e é o responsável por abrir o nosso carnaval de rua, na sexta-feira. A sua proposta é o resgate de tradições afrobrasileiras e o empoderamento feminino.

O próprio nome do bloco já nos dá o tom, “mulheres que dançam”. Ele também faz referência à Obá, uma orixá, irmã gêmea de Iansã e esposa de xangô, conhecida pela sua força como guerreira.

9 de fevereiro

A partir das 19h

Praça da República

 

11 de fevereiro

A partir das 14h,

Rua Barão de Piracicaba

 

Bloco Siga Bem Caminhoneira

Bloco Siga Bem Caminhoneira // DivulgaçãoPelo segundo ano consecutivo, o bloco de gestão coletiva, visa a visibilidade lésbica e um espaço para que as mulheres se sintam livres, respeitadas e seguras no carnaval de SP.  Percorrendo a região da Bela Vista, o cortejo tem como ponto de encontro o Quenta Paulista Bar.

 

18 de fevereiro

A partir das 14h

Rua Treze de Maio, 886

 

Bloco Ritaleena

 

Bloco Ritaleena // Divulgação

 

Criado pela musicista Alessa Camarinha e pela figurinista Yumi Sakate, o bloco surge da vontade de homenagear a cidade de São Paulo e a artista Rita Lee.

03 de fevereiro

A partir das 14h

Rua dos Pinheiros com Rua Antonio Bicudo

 

Bloco Frevo Mulher

 

Bloco Frevo Mulher com Elba Ramalho

Tendo como grande estrela e organizadora, Elba Ramalho, o bloco faz sua estreia no carnaval paulistano ao lado do Parque Ibirapuera, trazendo elementos novos a esta festa como o frevo. Às 15h, Alceu Valença junta-se a esta festa com o seu bloco Bicho Maluco Beleza. Se você não viu esta dupla cantar, por favor, vá encontrá-los! Um show deles é pra sair energizada(o) e claro, suada(o).

03 de fevereiro

A partir das 12h

Em frente ao monumento às Bandeiras no Parque Ibirapuera

 

Bloco da Dona Yayá

 

Bloco da dona Yayá // Divulgação

Conduzido pela União de Mulheres, o bloco faz homenagem à dona Yayá, uma mulher da alta sociedade brasileira no final do século XIX e que viveu também a primeira metade do XX, tendo sofrido uma série de tragédias, uma delas ter sido reclusa pelo resto da vida por ter sido considerada louca. A residência em que passou sua vida, situa-se no Bixiga e abriga atividades culturais, sendo vinculada à Universidade de São Paulo. Durante o percurso do bloco, há uma parada na casa da Dona Yayá.

 

4 de fevereiro (domingo)

A partir das 16h,

Sede da União de Mulheres (Rua Coração da Europa, 1395, Bela Vista)

 

‘Bora curtir este carnaval paulistano!

 


Acompanhe o Mulheres Viajantes por aqui também!

Facebook: facebook.com/projetomulheresviajantes

Instagram: @mulheresviajantesblog

Youtube: https://www.youtube.com/mulheresviajantes

Se estiver em busca de hospedagem, aproveite o nosso link do Airbnb para conseguir um desconto de 100 reais em sua primeira viagem: www.airbnb.com.br/c/tcarneiro11

 

 

Um comentário em “O carnaval das mulheres em São Paulo

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.