Projeto “Eu, gorda”

O projeto “Eu, gorda” é conduzido pela retratista Milena Paulina, que o criou a partir da necessidade de contar a sua própria história através das fotos e a reflexão que veio foi que também esta era uma forma de contar a história de outras mulheres. O eixo que conduziu este processo foi a busca por representatividade:

“Essa palavra é falada as vezes em alguns movimentos, mas a maior parte das pessoas não conhece a real diferença que ela faz na vida das pessoas. Você se sentir representada – de uma forma humana e com muito amor, é claro – te faz se sentir “normal”, mesmo que o resto das pessoas tentem provar o contrário. Eu, que sempre vi a fotografia como a arte mais fiel para contar a história de alguém, não achava pessoas que contassem histórias de mulheres semelhantes a mim, e quando achava, era uma foto entre 500 de mulheres totalmente “dentro dos padrões aceitáveis”, como se a mulher gorda fosse uma cota. A primeira vez que vi uma modelo gorda, a Jacqueline Jordão, em um ensaio nu, com sentimento e humanizando aquele corpo, minha cabeça explodiu. Era aquilo que minha alma precisava.” 

Foi em meio a esta construção de projeto que eu a conheci, através da querida fotógrafa Bruna Ferreira, que registrou o primeiro Mulheres Viajantes vai às ruas e que por aqui já deixou o seu relato cheio de amor. Tive a oportunidade de ser fotografada pela Milena há alguns meses atrás em uma saída fotográfica que fizemos pelo centro histórico de São Paulo e assumo, fiquei completamente apaixonada pelo trabalho.

Thaís Carneiro por Milena Paulina // 2017
Thaís Carneiro por Milena Paulina/ 2017
Thaís Carneiro por Milena Paulina/ 2017

Uma das características que torna o projeto tão fantástico é que as sessões são organizadas de maneira coletiva, diferentemente do trabalho de outros retratistas que lançam ensaios individuais. Segundo Milena,

“Uma média de 6 mulheres posam por dia. Tem vezes que as mulheres vão apenas pra conhecer e participar da roda de conversa, ou mulheres que já posaram, mas querem ir de novo para conversar, passar o dia junto, estar em união. Eu lanço as datas, determino as vagas, arranjo um local e então nós nos encontramos bem cedinho e vamos pra lá todas juntas. Todo mundo leva comidinhas, roupas, maquiagens e acessórios. Uma moça vai estar lá pra ajudar com a maquiagem. Chegando lá nós fazemos uma roda de conversa, que dura algumas horas e no final eu fotografo essas mulheres.” 

Como uma boa viajante, a proposta da fotógrafa é espalhar o projeto pelo Brasil e realizá-lo em outras cidades. Se você quiser participar, entra em contato com ela! Já deixo aqui o anúncio de suas próximas viagens.

projeto “Eu, gorda” por Milena Paulina
projeto “Eu, gorda” por Milena Paulina

Uma das questões mais lindas que a Milena levanta é a sua relação com o projeto:

“O que eu crio ali com aquelas mulheres, pode levantar ou afundar todos os sentimentos que ela possui. Eu venero a vida de cada mulher que posa pras minhas lentes, e devo tudo a elas. ”

Para acompanhar mais o trabalho da Milena Paulina e o seu projeto “Eu, gorda”

Acompanhe o Mulheres Viajantes por aqui também!

Facebook: facebook.com/projetomulheresviajantes

Instagram: @mulheresviajantesblog

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCuNjuxEaGsrH6KCbg0c_jqA

Se estiver em busca de hospedagem, aproveite o nosso link do Airbnb: www.airbnb.com.br/c/tcarneiro11

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *