Mulheres Viajantes Resistem

Viajar só entre amigas é perigoso? E viajar sozinha? Por que mulheres desacompanhadas por um homem são colocadas como em uma situação de risco? Existe uma fórmula para viajar para saber como viajar sozinha? Por que tantas pessoas no sugerem cautela ao dizermos que vamos seguir a vida por aí? Qual é o tal “lugar de mulher”?

 

No próximo dia 25, sábado, das 15h às 18h, o Mulheres Viajantes se une ao portal de viagens M pelo Mundo para mediar, em conjunto, uma roda de conversa. Com o intuito de pensar a condição de mulher viajante, o que envolve a experiência de viajar e tornar este debate mais plural. Para trazer o debate de mulheres viajantes como uma forma de resistência, convidamos Lys Silva e Pâmela J Rocha.

MEDIADORAS

Nathália Marques



Nathalia Marques, jornalista, já atuou como repórter de turismo e é criadora e editora do M pelo Mundo, um site de informações e dicas de viagem para mulheres.

Thaís Carneiro

Thaís Carneiro, historiadora. Uma feminista que ama viajar e busca encorajar mulheres a fazerem o mesmo. Criadora do projeto Mulheres Viajantes que visa o empoderamento feminino através da publicação semanal de relatos de mulheres que viajam sozinhas e/ou entre amigas e do Mulheres Viajantes vai às ruas, que propõe o encontro destas mulheres para discutir questões caras às mesmas. Atua também como redatora para o M pelo Mundo e para a Maravilha Mag.

CONVIDADAS

Lys Silva


Lys Silva é jornalista e viaja sozinha desde os seis anos de idade. Sua primeira viagem internacional foi para a Suíça, para visitar o irmão e desde então já foram oito países visitados. Nos últimos três anos as principais viagens foram solo e em território brasileiro. Começou a reparar na questão racial em suas viagens durante um intercâmbio estudantil em Portugal e a partir daí repensou o papel da mulher negra em ambiente viajante.

 

Pâmela Rocha

 

Pâmela J Rocha é pedagoga, professora e uma curiosa em conhecer lugares e pessoas diferentes. Através das viagens, pôde saciar sua curiosidade, mas também se deparar com outras descobertas, delícias, histórias divididas em seu perfil @roletdapam.
Um bate papo leve e descontraído para dividir as delícias e desafios de ser uma mulher negra e viajante ocupando espaços.

IMPORTANTE
Como o espaço é restrito, não deixem de emitir os seus vouchers gratuitos para entrada no evento através deste link,

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *