chá de lingerie feminista

Noiva Viajante & Feminista: Chá de Lingerie

Afinal, um chá de lingerie pode ser feminista? Vou contar a vocês a minha experiência! Onde fazer,  brincadeiras & outras ideias.

 

A gente já conversou um pouco aqui sobre essa nova experiência que tenho vivido que é o planejamento do nosso casório. Já sou casada na prática há 3 anos e meio, tendo passado por 20 cidades juntos, e agora vamos oficializar com festinha e direito a papéis assinados no cartório. Trouxe para vocês dicas para pensar um casamento temático, se referindo a viagens e casamentos para se inspirar. Hoje, vim pensar uma nova etapa desse processo que foi a minha comemoração com amigas mais íntimas, que foi o meu chá de lingerie.

Noiva e Viajante: os primeiros passos para um travel wedding

3 casamentos viajantes para se inspirar

O que é um chá de lingerie?

chá de lingerie feminista
Quase todas reunidas! Ainda teve gente chegando depois do brinde// Foto: Taynara Huamani

Quando ouvi falar desse tipo de festa, não curti muito a ideia, pois pensava que a proposta era criar formas de entreter o noivo. Em alguns sites, encontrei a perspectiva de que deveria ser um espaço íntimo, em que a noiva aprenderia como apimentar a sua relação. Novamente, eu não curto, pois traz uma responsabilidade por uma relação de troca em uma pessoa só.

Foi quando vi em outros lugares, a ideia de que esse chá foi inventado em oposição ao chá de cozinha ou chá de panela, tradicionalmente realizado apenas com a noiva e suas amigas, pois as noivas queriam um espaço para serem valorizadas por sua condição de mulher, sem estar atrelada ao espaço fantástico.

Aí veio a minha identificação e pensei em ser um momento massa pra me divertir com as minhas amigas, pois a festa de casamento é uma incógnita e queria saborear as nossas comemorações aos pouquinhos. Foi aí que decidir reunir 20 amigas para comemorarmos.

 

Onde fazer

chá de lingerie feminista
Sacoleira como sempre, ostentando os meus presentes// Foto: Ila Audrey

Esta foi a minha dúvida. Queria um lugar com uma estética bacana, em que a gente se sentisse à vontade. Também queria que tivéssemos privacidade e um pouco de autonomia. Foi pela indicação de uma amiga que descobri que uma loja que eu curto muito os produtos pela qualidade, apesar do preço ser um pouco mais caro, abria o seu espaço para receber esse tipo de festa privada. A troca estabelecida nesse caso é que a loja funciona em seu contra-turno e abre para as suas convidadas. Dessa forma, as possibilidades de horário domingo de manhã (9h30 às 13h) e à noite, a partir das 20h30. A loja oferece além do espaço, duas espumantes para você brindar com as suas amigas. Em contrapartida, você monta uma arara com as peças que você quiser dentro da loja e as suas convidadas comprarão eles no dia.

Pra mim, valeu super a pena o custo-benefício, pois não precisei alugar o espaço e ele precisou de pouca decoração pra ficar bacana, porque a loja tem uma vibe super gostosa e o ambiente é super perfumado. Esse mesmo aroma está presente nas roupas.

A minha festinha foi na unidade do Shopping Pátio Paulista.

Brincadeiras em um Chá de Lingerie

chá de lingerie feminista
Me divertindo adivinhando as histórias // Foto: Taynara Huamani

Essa parte pode ser super constrangedora, se você não estiver alinhada com as suas amigas que vão te ajudar nesse processo, sejam elas suas madrinhas ou não. Como as minhas amigas que ficaram responsáveis pelas brincadeiras (um beijo, Tay e Ester), me conhecem a um milhão de anos, não foi uma questão para nós.

A brincadeira que fizemos foi que as convidadas escreveram uma história que tenham vivido comigo para que eu pudesse adivinhar e assim, receber o presente. Claramente, ganhei peças lindíssimas. Foi um dos momentos mais divertidos da festa e a prenda que eu tive que pagar pros dois erros de adivinhação foi dançar, mas eu estava morrendo de vergonha e não fui lá muito fiel.

 

As madrinhas

chá de lingerie feminista
Parte das minhas madrinhas reunidas e que fizeram o chá acontecer, Tay e Ester // Foto: Beatriz Mendes

Tradicionalmente, no Brasil, as madrinhas ficam responsáveis pelos chás. E olha que a gente é criativo na variedade: chá de cozinha (ou de panela), chá bar, chá de ferramentas, chá-cofrinho, chá de beleza e por aí vai. Pra quem quiser saber mais sobre isso, separo os materiais que me ajudaram na pesquisa, com sites especializados em casamentos, como Noiva AnsiosaPronta para o simLápis de Noiva.

Eu não concordo que por você ser uma madrinha seja obrigada a preparar um milhão de coisas ou gastar os tubos na organização. Por isso é tão importante o alinhamento de expectativas para que ninguém saia magoada da jogada. Em tempo, tive um grande apoio da maioria das minhas madrinhas para colocar a festa em prática, desde a organização, a decoração e até o que deixar rolando.

chá de lingerie feminista
Minha irmã Beatriz Mendes, rainha das fotos e minha madrinha também // Foto: Taynara Huamani

A decoração em um Chá de Lingerie

chá de lingerie feminista
Brincando com as plumas da festa de 15 anos da minha irmã (aka ela tem 25 já) // Foto: Taynara Huamani

Sem verba para investir nessa questão, fiquei pensando como criar uma identidade visual ao chá e pedi ajuda à minha amiga Ester, que fez o seu chá de lingerie lá em julho com uma decoração linda da Dadalalu Personalizados e reaproveitei os materiais. Tiramos as partes que tinham, obviamente, o nome dela e ela junto com a Tay foram compondo o nosso cenário. Então, tivemos os tons em rosa choque, vermelho, preto e branco; pois as cores da loja são rosa e preto. Dentre os elementos tiveram toppers de calcinha e sutiã, boir rosa da minha irmã, colar de pérolas (obviamente, falsiane) meu, corações de feltro vermelhos, adesivos de corações perolados.

chá de lingerie feminista
Detalhes feito pela Tay e a Ester com decoração da Dadalalu Personalizados // // Foto: Taynara Huamani

O que servir em um Chá de Lingerie

chá de lingerie feminista
Brincando na frente da comida// Foto: Taynara Huamani

Como o chá foi numa manhã de domingo (sorry, migas!),  me dediquei em escolher comidas levinhas. Minha amiga Talita me ajudou nessa missão, junto com minha mãe e compramos pães de queijo, torradas, patê de azeitona preta e manjericão, geleia de pimenta e de morango, bisnaguinhas, bolo de fubá com goiabada e docinhos de chocolate. Como você vê, algo bem simples mesmo, mas elaborado no maior cuidado. O nosso plano inicial era que junto com o boy fizéssemos pães caseiros, mas por questões familiares, não pudemos fazê-lo.

Sobrou bastante comida porque uma galera que confirmou não apareceu e uma parte das convidadas chegaram no final da manhã.

 

Como se vestir?

chá de lingerie feminista
Carinha de feliz pós festinha entre as amigas // Foto: Mariri Parga

Obviamente não existe nenhum código de vestimenta que você DEVA seguir, mas quis brincar com a ideia da noiva tradicional de branco. Se fosse pelo significado do branco, que é a mulher ser virgem, não ia rolar eu usar essa cor no dia do casório. Fui de macaquinho branco de loja de departamento, pego emprestado da minha irmã, com a tiara de noiva da Ester, comprada na 25 de março.

Estou insistindo em falar os valores, para mostrar que você não precisa ter rios de dinheiro para montar e com paciência e uma amizade daquelas você pode concentrar  o seu dinheiro no que

 

Lembrancinhas

chá de lingerie feminista
Decoração da Dadalalu Personalizados com buttons Garotas no Poder // Foto: Taynara Huamani

Eu não gosto muito da ideias das lembrancinhas porque a galera acaba sempre descartando esses materiais tão rápido quanto um flash e acabamos gastando dinheiro à toa, não é? Mas de alguma forma, eu quis dar o tom daquela comemoração nesse momento e ofereci às convidadas buttons do Garotas no Poder. Se elas amaram? Algumas já saíram com ele no corpo.

FESTA// 2 anos de Mulheres Viajantes com Garotas no Poder

5 iniciativas culturais de mulheres em São Paulo

 


Acompanhe o Mulheres Viajantes por aqui também!

Facebook: facebook.com/projetomulheresviajantes

Instagram: @mulheres.viajantes

Youtube: https://www.youtube.com/mulheresviajantes

Pinterest: https://br.pinterest.com/mulheresviajantes/

Se estiver em busca de hospedagem, aproveite o nosso link do Airbnb para conseguir um desconto de 100 reais em sua primeira viagem: www.airbnb.com.br/c/tcarneiro11

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.