Peru Letícia Moresca

Nunca tinha ido ao cinema sozinha e agora estou em uma volta ao mundo

Eu era uma daquelas pessoas que nunca tinha ido no cinema sozinha, e que preferia ficar sem comer do que almoçar ou jantar sozinha.

Siga-nos no Facebook também

Em 2011, ao terminar a faculdade e sem nunca ter feito uma viagem internacional, resolvi me mudar para Londres. Inicialmente, o plano era estudar inglês, mas desde o início a minha intenção era de ficar por lá (o máximo possível).

Londres Letícia Moresca
Londres por Letícia Moresca

O mais engraçado para mim é que enquanto planejava a viagem eu não lembro de em nenhum momento ter percebido que estava prestes a ir para um lugar desconhecido (com intenção de morar!) sozinha. Foi tudo muito natural, e os medos eram relacionados à mudança e não ao estar sozinha. O entusiasmo ainda era maior que qualquer medo.

 

Já no avião (antes de sequer pousar em Londres) eu já tinha feito amizades (que permanecem até hoje!)

 

Depois de 5 anos morando na Europa, no fim de 2016 decidi que era hora de mudar de novo. Resolvi que iria sair do meu emprego para viajar. Dessa vez o “sozinha” me pegou. Afinal, dessa vez eu iria estar “pelo mundo” me “enfiando” em países com culturas diferentes (muitas que não favorecem mulheres) e essa ideia me assustou. Dessa vez, teve choro e crises, mas a força e a vontade de viajar prevaleceu.

Sobre viajar sozinha e não estar só

Enquanto me organizava para começar a viajar, percebi – pela primeira vez na vida – que apesar de ter viajado bastante, só tinha UMA viagem sozinha no currículo (e ainda nunca tinha visitado o cinema sozinha!). Resolvi que era hora de mudar isso, e organizei uma viagem para Slovenia sozinha. A parte mais legal é que não faltou pessoas se candidatando para ir comigo, mas eu ESCOLHI ir sozinha.

Slovenia Letícia Moresca
Eslovênia pelos olhos de Letícia Moresca

Essa viagem me mudou completamente. Foi uma das melhores viagens da minha vida. Eu percebi que a ideia de que fazer coisas sozinhas é assustador, é uma grande mentira. Eu adorei fazer tudo sozinha, no meu ritmo, priorizando a mim mesma. Foi tudo tão natural, que hoje eu não consigo nem mais entender porque a solidão assusta tanto, principalmente quando escolhida.

Viajar Sozinha

De lá para cá, foram mais de 10 países (espalhados por 3 continentes) visitados sozinha. E, nessa jornada conheci muitas viajantes solos, mas nunca encontrei uma sequer que se arrependesse ou não gostasse da jornada solo.

Turquia Letícia Moresca
Quando decidi me lançar mundo a fora sozinha! Turquia pelas lentes de Letícia Moresca

Acompanhe o Mulheres Viajantes por aqui também!

Facebook: facebook.com/projetomulheresviajantes

Instagram: @mulheres.viajantes

Youtube: https://www.youtube.com/mulheresviajantes

Se estiver em busca de hospedagem, aproveite o nosso link do Airbnb: www.airbnb.com.br/c/tcarneiro11

Um comentário em “Nunca tinha ido ao cinema sozinha e agora estou em uma volta ao mundo

  1. Tanto é que ela escrever um livro para falar de suas experiências como mulher viajante solo, o Mais você vai sozinha? Em crônicas, ela deixa de lado os clichês e mitos sobre ser uma mulher viajante e esclarece, a partir do seu lugar de fala, sobre esse universo. A viajante e escritora Gaía Passarelli com o livro “Mas você vai sozinha?

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.