Uma Mulher Viajante na Bahia

Mulheres Viajantes, 

#Partiu
Este é o meu hashtag favorito!
A decisão por viajar alone é praticamente um ato de coragem e amor próprio.
A escolha por estar integralmente com você num lugar novo é um combustível maravilhoso e cheio de riquezas.
E há variados perfis de Mulheres Viajantes. Veja só o meu:
  • Não programo com grande antecedência;
  • Não elaboro roteiros detalhados;
  • Não faço grande investigação do local.
Motivo: Gosto de ser surpreendida! Tomo decisões praticamente no destino. Gosto de me sentir livre, sem tantos cronogramas ou scripts. Gosto de estar! Lá, decido qual caminho trilhar.
Minhas escolhas em viagens comigo foram – até este momento – nacionais e, digo, nada convencionais:
Península de Maraú na Bahia (Via Ilhéus)
Um lugar tão, tão distante. Peguei avião, van, barco, jardineira até o destino final: Taipu de Fora.
É praticamente um lugar único, com uma água do Paraíso. Tenho certeza que essa água é do céu.
Trancoso na Bahia (Via Porto Seguro)
Sempre sonhei em conhecer este lugar. Sempre me imaginei indo acompanhada e, fui, comigo mesma! Um lugar romântico, cheio de charme e glamour!
Chapada Diamantina na Bahia (Via Lençóis)
Um destino de ecoturismo, de aventura, indo sozinha? Pois sim, adoro me desafiar. Amei tanto que, voltei mais duas vezes. Quer lavar a alma, desintoxicar, relaxar e, após isso, adrenalina? Vá para Chapada.
Minibio
Sou do turismo. Talvez esse fator tenha favorecido. No atual momento, como plano alternativo, atuo como freelancer, prestando um trabalho de consultoria | sob medida e, também, colunista. Inclusive, recentemente, escrevi um artigo com o tema: Programe sua viagem.

Um comentário em “Uma Mulher Viajante na Bahia

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.