salvador 2014

5 lugares para vegetarianos comerem bem em Salvador

Vamos falar de coisa boa? Quem não ama comer e experimentar comidinhas novas em viagem, que atire a primeira pedra. Agora, vegetarianos do mundo, uni-vos! Como ser vegetariano na Bahia e sobreviver bem? Nada de se render ao arroz com batatas fritas! ‘Bora bater perna e seguir essas 5 dicas sobre o que comer e onde comer! Selecionamos restaurantes para todos os bolsos, com direito a sobremesa e comida de rua.

Diário de Bordo: Salvador/BA (fevereiro / 2014)

Um mergulho no Universo Pol Bamboo em Morro de São Paulo

Restaurante Yemanjá

A deliciosa moqueca de legumes // Foto: Thaís Carneiro

Pára tudo, Braseeel! Meu coração até dói de saudade da melhor moqueca vegana da vida. Queria ir pra Salvador toda semana só pra comer esse prato. Os pratos são bem servidos e como me apaixonei por esse, nunca experimentei outros. Eu a provei esse ano novamente, em julho, e dividi com o meu pai comilão a porção grande, que tem um valor por volta de 35 reais. O que super vale a pena, pois ambos repetimos o prato, levamos pra casa e ela serviu como um ótimo almoço para nós. Além do mais, os acompanhamentos são liberados e eles repõem assim que você pede.

Não se engane com esse preço, pois o restaurante não é barato. Por exemplo, uma jarrinha de água de coco é 10 reais e as outras moquecas passam adiante em valores, chegando a 100 reais dependendo dos ingredientes com animais. O atendimento é bem rápido.

 

Endereço: Av. Octávio Mangabeira, 4661 – Armação, Salvador – BA

Horário de Funcionamento:  Todos os dias da semana, das 11h30 às 24h

 

Pizzaria Quattro Amici

As pilastras da Pizzaria Quattro Amici // Foto: Thaís Carneiro

 

Localizada bem próximo ao Farol da Barra, essa pizzaria fica escondida em uma viela e tem uma arquitetura lindeza demais. O ambiente é aconchegante e a decoração abusa das luzes baixas.

As pizzas são bem gostosas e olha, que para uma paulistana elogiar, é que realmente vale a pena. Se você for carioca, não faça o sacrilégio de acrescentar ketchup ou mostarda. A mussarela de búfala defumada é incrível e vale a pedida. De sobremesa, eu indico o creme brulèe, que é divino.

Na questão de investimento, por aqui os gastos são um pouco mais altos e você deve dispender uma média de 70 reais por pessoa.

 

Endereço: R. Dom Marcos Teixeira, 35 – Farol da Barra

Horário de Funcionamento: Todos os dias, das 18h às 24h

 

Mondo Gelato

Uma grata surpresa que tive pelo caminho enquanto perambulava pelo bairro do Rio Vermelho, no largo da Dinha. Dos sorvetes que experimentei, o que mais me deu aquele quentinho no coração sem sombra de dúvidas foi o de castanha do pará (que eles chamam de castanha do Brasil) com goiabada. Delicioso! Os sorvetes são doces na medida certa e super cremosos. Sabe aquela sensação de comer cubinhos de gelo? Você vai esquecê-la aqui. Para prová-los, você deve gastar a partir de 10 reais. Ah, já ia me esquecendo, os sorvetes de lá são artesanais e até a casquinha é feita por eles.

Se quiser aproveitar para fazer aquela boquinha e comer um salgado, super recomendo a empanada de marguerita, que me fez lembrar com amor de Buenos Aires. Vale super a visita!

Endereço: Rua João Gomes, 7 – Vila Persa – Rio Vermelho

Horário de Funcionamento: Segunda-feira, das 14h às 21h; Terça-feira a quinta-feira, das 12h às 21h; Sexta-feira e sábado, das 12h às 22h; Domingo, das 12h às 21h.

 

Sorveteria da Ribeira

 

Provei os sabores de tapioca e de paçoca e achei deliciosos. O meu pai tomou o de flocos, mas não curti muito, o gosto de leite é bem forte e ele é doce em excesso. Como a Mondo Gelato, os valores são altos para um sorvete e assim você pode tomá-los a partir de 10 reais.

Como não pude tomar na Ribeira mesmo, experimentei no quiosque do Salvador Shopping no bairro do Caminho das Árvores.

Ribeira

R. da Penha, 87 – Ribeira, Salvador

9h às 22h

 

Salvador Shopping 

Av. Tancredo Neves, 3133 – Caminho das Árvores, Salvador – BA, 41820-021

10h às 22h

 

Acarajé da Cira

No Largo da Mariquita, no Rio Vermelho, aproveitei pra comer acarajé e provar o tão falado bolinho de estudante. Chorei de rir quando uma seguidora me contou qual era o o outro nome para o bolinho. Ele tem textura e formato engraçados e achei gostosinho. Nada que o meu coração se derreta, mas a textura da tapioca com o açúcar e a canela é uma mistura bem interessante.

O acarajé, por sua vez, me veio só o bolinho de feijão com o vinagrete e que combinação deliciosa. Amei! Nunca comia acarajé por conta do camarão, mas descobri que fazem esse bem bolado por conta dos alérgicos e pensei, agora a vegetariana fica feliz. Sobre valores, por aqui você consegue comer bem por menos de 10 reais.


Acompanhe o Mulheres Viajantes por aqui também!

Facebook: facebook.com/projetomulheresviajantes

Instagram: @mulheres.viajantes

Youtube: https://www.youtube.com/mulheresviajantes

Pinterest: https://br.pinterest.com/mulheresviajantes/

Se estiver em busca de hospedagem, aproveite o nosso link do Airbnb para conseguir um desconto de 100 reais em sua primeira viagem: www.airbnb.com.br/c/tcarneiro11

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.